Pesquisar este blog

Carregando...

domingo, 25 de setembro de 2016

Belíssimo artesanato em Resende Costa-MG

Passear pelas ruas de Resende Costa, em Minas Gerais, é encontrar uma variedade de lojas que produzem e vendem artesanato têxtil. A cidade fornece os produtos que são vendidos em Tiradentes também. Essa produção vem desde o período colonial. Da outra vez que o BLOG VIAGENS PELO BRASIL visitou a região, preferiu passar por outro pólo de artesanato, que é Bichinho, como é carinhosamente chamado o distrito de Vitoriano Veloso.





 
São mais de 80 lojas de artesanato ao longo de toda a avenida Alfredo Penido. Andar por ela é descobrir cores e belezas expostas nas janelas e fachadas das casas. São bonecas de pano, colchas, tapetes, cortinas, almofadas... Algumas ainda produzidas manualmente, tradição repassada de geração em geração e é a maior fonte de renda do município. Ao longo do tempo a matéria prima para o artesanato foi se diversificando e hoje encontra-se muita produção também em madeira, ferro, cerâmica e pintura. 

O nome da cidade é homenagem ao capitão José de Resende Costa Filho, que nasceu e viveu no município. Além de ter participado da Conjuração Mineira.


Visitei e recomendo:
Lojas de artesanato


Localização:
O município de Resende Costa está localizado no estado de Minas Gerais e fica a 194 km de Belo Horizonte.
Conheça também e curta nossa página no facebook: www.facebook.com.br/blogviagenspelobrasil


*Texto e crédito das fotos: Karina Motta 

domingo, 11 de setembro de 2016

Lagoa DouradaMG é a terra dos rocamboles

A tradição de produzir rocamboles rendeu à cidade de LagoaDourada a fama de ter os mais deliciosos produtos de Minas Gerais. Segundo o guia que acompanhou o BLOG VIAGENS PELO BRASIL nesta viagem, tudo começou com um francês que se estabeleceu no município. Ele se apaixonou por uma jovem e, para conquistá-la, resolveu amarrá-la pelo estômago e ele mesmo desenvolver a receita de família e presenteá-la com um rocambole legitimamente francês. Deu certo, casaram-se e começaram a fazer o doce para vender. Assim, surgiu a primeira loja de rocamboles da cidade, que recebeu o nome de Legítimo Rocambole. Nada mais justo, pois, realmente foi o primeiro e depois toda a cidade passou a produzir essas delícias, que são encontradas em diversos pontos do município e todos que passam por lá para ir ou voltar de Tiradentes  não deixam de encomendar essa maravilha!
O legítimo foi o primeiro, mas, logo surgiram outros como o famoso, o tradicional, o rei, o delicioso etc. O sr. Jaci, por exemplo, trabalhou por dez anos no legítimo rocambole até resolver se tornar empreendedor.
Embalagens especiais, como caixas, foram desenvolvidas especialmente para os viajantes levarem essa lembrança para casa sem ter nenhum transtorno no transporte e, assim, a demanda e a divulgação dessa iguaria foi ganhando espaço e se alastrou por todo o Brasil. E a cidade ficou conhecida por ser a Capital Nacional do Rocambole.

Desta vez, experimentamos outra marca. Fomos até a padaria do Jaci e não nos arrependemos. O rocambole é bem artesanal e maravilhosamente delicioso, leve e não enjoativo por não ser muito doce.

A produção do leite é muito presente o que fez a cidade se voltar a desenvolver as famosas quitandas mineiras como biscoitos, pão de queijo, roscas e pão de ló. Este, a base do rocambole.

Desde 2009, é realizada a Festa do Rocambole na cidade, que reúne não só a delícia como uma programação cultural.

A padaria do Jaci fica na rua da Matriz de Santo Antônio. Ela fica no alto da colina e chama a atenção e o estilo barroco predomina.  Foi restaurada em 2013 que retirou as intervenções que descaracterizavam a igreja. Mais para frente, bem próximo, encontramos a igreja do Senhor Jesus de Matosinhos. Ao longo do canteiro central da rua, encontram-se estruturas com os passos da Via Sacra. Imaginei como deve ser linda a semana santa nessa cidade. Fica aí mais um convite para voltar!

Visitei e recomendo:

Um dos mais diversos pontos de venda de rocambole
Matriz de Santo Antõnio
Igreja do Senhor Jesus de Matosinhos

Localização:

O município de Lagoa Dourada está localizado no estado de Minas Gerais e fica a 150 km de Belo Horizonte.


Conheça também e curta nossa página no facebook: www.facebook.com.br/blogviagenspelobrasil


                                                  *Texto e crédito das fotos: Karina Motta


domingo, 28 de agosto de 2016

Festival Cultura e Gastronomia de Tiradentes

O BLOG VIAGENS PELO BRASIL já esteve em Tiradentes, mas, voltar especialmente para saborear as delícias de um dos mais famosos e maiores festivais de gastronomia do país ainda estava nos planos. E foi isso que aconteceu!  Participamos da 19ª edição do evento e posso dizer de boca cheia: é fantástico!


Na primeira vez, fizemos um roteiro diferente, mas, mantivemos a cidade do rocambole e também voltamos a Lagoa Dourada - .(haverá post específico nos próximos dias) Agora, não visitamos Coronel Xavier Chaves nem Bichinho -  (Vitoriano Veloso), mas conheci Resende Costa (post específico nos próximos dias).


Arquivo pessoal Daniely
Uma experiência especial marcou este dia. Para aproveitarmos ao máximo e não nos cansarmos dirigindo, preferimos ir com uma excursão com os guias credenciados Diego Villaça e Daniely Rodrigues, que é minha agente de viagens e sempre elabora passeios maravilhosos, cuidando de detalhes da organização. Foi ela, por exemplo, que fechou minha viagem para Bento Gonçalves. Ambos os guias são extremamente competentes e entrosados o que fez o passeio ser ainda mais especial. Eles, inclusive, brincaram de ser chef por um dia! Muito animada a viagem!
 
Arquivo pessoal Daniely Rodrigues 
Ainda tem mais uma semana de evento com uma incrível programação que inclui jantares, restaurantes na
praça (no Largo das Forras e no Largo do Chef), aulas teóricas, cozinhas ao vivo e degustações, além de muita música e teatro, palestras e oficinas interativas. Dois projetos foram lançados nesta edição: o “Primórdios da Cozinha Mineira”, que tem por objetivo  mapear, resgatar e preservar hábitos, técnicas e produtos alimentares dos primeiros habitantes de Minas Gerais e a “Cápsula dos Sentidos”. Esta é muito interessante. Não participei por ter fila. Ela explora os cinco sentidos dos participantes (tato, olfato, audição, paladar e visão), a partir de experiências com os produtos encontrados nos Primórdios da Cozinha Mineira.
 Na cozinha ao vivo teve demonstração de produção, preparo e venda de receitas dos chefs convidados e a Casa do Ceará recebe chefs cearenses que ministram cursos e degustações para o público.
O famoso costelão assado ao estilo fogo de chão marcou presença. Cinco restaurantes de Belo Horizonte montaram espaço no Largo do Chef, que fica na praça da Rodoviária. Cada um oferece pratos elaborados especialmente para o festival. Já no Largo das Forras, seis restaurantes de Tiradentes marcam presença. Dos pratos servidos, escolhemos saborear Lulas “baby” fritas com aïoli do A Favorita; Camarão crocante e molho picante do Ro.ZA Bistrô; do Vecchio Sogno, selecionamos o nhoque de inhame com pequeno ragu de goulache e ovo perfeito com sal negro. Do restaurante Padre Toledo, selecionamos o lombinho com ora-pro-nóbis na cama de angu mole.






Os restaurantes da cidade funcionaram com horários especiais e menus completos desde a entrada até a sobremesa. Além dos festins, verdadeiros banquetes oferecidos à noite. Demos preferências aos estandes montados nos largos.
Foto com o famoso chef Ivo Faria, do Vecchio Sogno 
Das atrações culturais, pudemos conferir, entre outras, a Yepocá – A Fabulosa Redonda Flor, que conta a história de um mundo quadrado até que surge neste lugar uma pequena flor redonda mostrando os encantos de algo diferente. A Cia Circunstancia – De Mala às Artes, que é um espetáculo de palhaços inspirado nas histórias de Pedro Malasartes. Outros palhaços, agora, do grupo Trampulim fizeram uma verdadeira invasão na cidade tocando música ao vivo, em cortejo, convidaram o público a participar, cantar e sorrir muito!
  


Tiramos um tempinho para revermos alguns pontos turísticos da cidade já que todos estavam abertos, ao contrário do que aconteceu na outra vez que o BLOG VIAGENS PELO BRASIL visitou Tiradentes.
Já no Largo das Forras conferimos o casario e a relembramos a arquitetura colonial do lugar. O projeto urbanístico é do paisagista Roberto Burle Marx. E há um passo da Paixão de Cristo. Os passos foram construídos na cidade a partir de 1729. Ao todo são seis. No largo fica a Capela do Bom Jesus da Pobreza, que foi inaugurada em 1750.


Caminhando, chegamos à Capela de São João Evangelista, construída a partir de 1760. Ela possui uma fachada larga, sem torres, por isso, o sino fica em uma das janelas laterais. Ao lado, temos o  Museu do Padre Toledo. Ele está instalado no solar onde morou o padre inconfidente Carlos Correia de Toledo e Mello, vigário da Paróquia de Santo Antônio entre 1777 e 1789. O casarão possui 14 cômodos, com pinturas no forro. Aproveitamos a visita guiada para descobrir algumas peculiaridades do local. Foi lá que aconteceu a primeira reunião da Inconfidência Mineira logo depois do almoço oferecido pelo padre em comemoração ao batizado do filho da poetiza Bárbara Heliodora com o inconfidente e também poeta Alvarenga Peixoto.
Pudemos rever ainda a Matriz de Santo Antônio. Um belo exemplar do barroco mineiro. A portada é em pedra-sabão. Linda por dentro! No adro da igreja, o relógio de sol tornou-se símbolo da cidade. É todo talhado em pedra-sabão por artesãos locais. Além da matriz, ele compõe um lindo cenário com a Serra São José ao fundo, que emoldura as cidades de Tiradentes e São João del-Rei.




Como não podia faltar, há um Monumento a Tiradentes para homenagear o inconfidentes que deu nome à cidade. Um busto dele também presta homenagem, mas, de tempos em tempos ele é mudado de lugar.

Por último, o Chafariz de São José foi construído para abastecer a cidade de água potável. Apresenta elementos tipicamente barrocos e possui três carrancas esculpidas em pedra, que jorram água em um tanque único, um pequeno nicho com a imagem de São José de Botas e um brasão com as armas de Portugal.

Visitei e recomendo:
Festival de Cultura e Gastronomia de Tiradentes 

Capela Bom Jesus da Pobreza
Igreja São João Evangelista
Museu do Padre Toledo
Monumento a Tiradentes
Chafariz São José
Serra São José


Localização:
Tiradentes fica em Minas Gerais, a 191 km de Belo Horizonte, capital do estado.


Conheça também e curta nossa página no facebook: www.facebook.com.br/blogviagenspelobrasil 


*Texto e crédito das fotos: Karina Motta