Pesquisar este blog

sábado, 12 de novembro de 2016

Posts sobre Canela, Gramado e Nova Petrópolis no RS

Para variar, o BLOG VIAGENS PELO BRASIL irá dividir este passeio que fez ao Rio Grande do Sul em posts temáticos. À medida que eles forem sendo publicados, compilarei todos os links aqui. Boa leitura! Vamos nessa viagem?





Canela/RS é o destino escolhido para a 10ª boda de casamento

Os lindos parques de Canela e Gramado/RS

Árvore Ginko Biloba, da época dos dinossauros. Uma alusão à longevidade do amor

Os lindos parques de Canela e Gramado/RS

Assim como outros lugares visitados pelo BLOG VIAGENS PELO BRASIL (Belém  e Curitiba, por exemplo), os parques de Canela e Gramado são um capítulo à parte. Tem os temáticos para todos os gostos: aventura, neve, natal... Como o caro leitor do nosso blog sabe: não sou muito dada a aventuras, então, elegi os que visitaria de acordo com meu gosto e do meu marido, ou seja, contemplar a natureza. O mais esperado por mim foi o Lago Negro, em Gramado.








Tudo o que ouvi sobre o lugar me deixou a expectativa de ser muito lindo e romântico e não decepcionou. Quisemos gastar boa parte do dia lá para contemplar a exuberante natureza ao som de um rapaz  tocando sax. O tom verde escuro do lago reflete os pinheiros que o margeiam. As hortênsias azuis e as azaleias completam o cenário romântico mesmo apesar de ter pouca floração, pois, como já disse no post anterior, elas estavam apenas iniciando a floração. Há pedalinhos em forma de cisne, caravelas e barcos para quem quiser um passeio diferente e se aproximar mais dos pinheiros.
Os gaúchos aproveitam para contemplar essa maravilha degustando um chimarrão. Entre as trilhas, encontra-se a imagem de Nossa Senhora. Impossível não lembrar da minha primeira lua de mel, a prece de agradecimento e pedido de bênção para nossa união em Aparecida do Norte - ­ ou da nossa quinta lua de mel no Santuário Nossa Senhora da Piedade.  
Quem vê tanto verde e natureza viva não imagina que este parque sofreu, em 1942, um grande incêndio que matou grande parte das árvores. O nome foi dado porque as plantas para o reflorestamento foram importadas da região da Floresta Negra, da Alemanha.  

Os demais parques visitados estão localizados em Canela. O caro leitor que acompanha o BLOG VIAGENS PELO BRASIL sabe que também amamos uma cachoeira. E em Canela tem uma magnífica no Parque do Caracol. São 25 hectares de área, mas, para otimizar o tempo e conhecermos outros pontos, fomos apenas ao mirante e só isso já enche os olhos com maravilhas. Há uma vista esplendorosa! É o cartão postal da cidade. A queda livre é de 131 metros e o mirante é todo cercado oferecendo segurança para os que não gostam de altura. Até eu consegui chegar até a ponta dele. Há várias trilhas para quem quiser seguir também. 





É possível chegar até o parque por meio dos bondinhos aéreos ou mesmo ter uma vista panorâmica em um elevador que leva o visitante a uma plataforma de 27 metros com uma vista de 360°. Em outro ângulo e para quem tem disposição, há a escada da perna bamba. São 731 degraus, que equivalem a um prédio de 36 andares. Porém, nem preciso dizer que não me aventurei em nenhuma dessas atrações.  
E, se em outro aniversário de casamento em Monte Verde/MG, o BLOG VIAGENS PELO BRASIL pôde conhecer o pinheiro mais antigo da cidade com mais de 500 anos, desta vez, tivemos a oportunidade de ver o Parque do Pinheiro Grosso, bastante conhecido na região. Lá tem uma araucária, o pinheiro brasileiro, com mais de 700 anos. Uma coincidência centenária! Ficar no deck de observação apreciando a beleza do lugar é revigorante. De tão alto, aliás, o mais alto do mundo, ele não cabe em uma foto só. São 42 metros de altura e 7,5 metros de circunferência. Apenas para abraçá-lo são necessárias 12 pessoas.


Outro lugar bem esperado para visitarmos foi o Parque das Sequoias. Nele, há árvores vindas dos cinco continentes da Terra. Excelente para repor as energias em meio à natureza. Há até uma pousada lá dentro. Este é o primeiro hotel ecológico do Rio Grande do Sul. São 10 hectares de mata exótica, e abriga animais selvagens e pássaros raros. Tem a maior coleção de coníveras do mundo, que são árvores em forma de cone, como a araucária ou cedro. Para facilitar a identificação de cada espécie, há placas de identificação e, assim, que o visitante adquire o ingresso, recebe um catálogo de identificação de espécies.






As sequoias chegam a 35 metros de altura. Elas podem atingir 3.000 mil anos, com 120 metros de altura. Essa espécie, nativa dos Estados Unidos, é considerada a árvore mais alta do mundo. No parque também são encontradas a árvore erva-mate, araucária, a metasequoia, que estava extinta na década de 40 e o Ginkgo Biloba, que é a árvore mais antiga do mundo, da época dos dinossauros, com mais de 150 milhões de anos de sua existência no planeta. Muitos o consideram u fóssil vivo. E, como disse meu marido Wagner Dias Ferreira, “a árvore de Ginkgo Biloba, que já existia no tempo dos dinossauros, tem todos os segredos da longevidade e da durabilidade. Por isso, foi buscada e encontrada aos dez anos de união que se deseja duradoura”.




Caminhada, montain bike, trekking são algumas das atividades dentro do parque, mas, para quem gosta de esportes radicais, ainda é possível praticar rafting, rapel , arvorismo ou tirolesa.


Localização:

Apenas 10 km separam Canela de Gramado, por isso, visitar uma cidade implica conhecer outra. Gramado fica na Serra Gaúcha e fica a 125 km de Porto Alegre, capital do Rio Grande do Sul. E a distância entre Canela e Porto Alegre é de 132 km.


Visitei e recomendo:

Lago Negro
Parque do Pinheiro Grosso
Parque do Caracol
Parque das Sequoias


Conheça também e curta nossa página no facebook: www.facebook.com.br/blogviagenspelobrasil

*Texto e fotos: Karina Motta