Pesquisar este blog

sábado, 16 de junho de 2018

Aquarela do Brasil


Cidades visitadas pelo BLOG VIAGENS PELO BRASIL e que inspiraram músicas


Como música também faz parte das paixões da gestora de conteúdo do BLOG VIAGENS PELO BRASIL, resolvemos reunir músicas que falam do Brasil. Não colocarei todas de uma vez. De vez em quando, intercalo uma entre meus passeios. Assim, o BLOG VIAGENS PELO BRASIL também adora viajar por este lindo país por meio de música. Conheça a história da composição de algumas delas e a qual cidade ela se refere:

Vídeo do youtube com a música na íntegra:


Aquarela do Brasil

Nada como começar com a música que mais representa o Brasil e é conhecida mundialmente. Ary Barroso lançou este samba-exaltação nos anos 1940. E destaca as belezas naturais brasileiras. Regravada por cantores brasileiros e até mesmo por Ray Conniff.

A natureza é o ponto alto de toda a canção. E como nossas paisagens são lindas! Mas também fala do nosso povo.



Aquarela do Brasil
Ary Barroso

Brasil, meu Brasil Brasileiro,
Meu mulato inzoneiro,
Vou cantar-te nos meus versos:

O Brasil, samba que dá
Bamboleio, que faz gingar;
O Brasil do meu amor,
Terra de Nosso Senhor.
Brasil!... Brasil!... Prá mim!... Prá mim!...

Ô, abre a cortina do passado;
Tira a mãe preta do cerrado;
Bota o rei congo no congado.
Brasil!... Brasil!...

Deixa cantar de novo o trovador
À merencória à luz da lua
Toda canção do meu amor.
Quero ver essa Dona caminhando
Pelos salões, arrastando
O seu vestido rendado.
Brasil!... Brasil! Prá mim ... Prá mim!...
  
Brasil, terra boa e gostosa
Da moreninha sestrosa
De olhar indiferente.

O Brasil, verde que dá
Para o mundo admirar.
O Brasil do meu amor,
Terra de Nosso Senhor.
Brasil!... Brasil! Prá mim ... Prá mim!...









Esse coqueiro que dá coco,




Onde eu amarro a minha rede


Nas noites claras de luar.













Ô! Estas fontes murmurantes
Onde eu mato a minha sede
E onde a lua vem brincar.


Ô! Esse Brasil lindo e trigueiro








É o meu Brasil Brasileiro,
Terra de samba e pandeiro.
Brasil!... Brasil!

Conheça também e curta nossa página no facebook:

www.facebook.com.br/blogviagenspelobrasil


*Texto e crédito das fotos: Karina Motta

sábado, 9 de junho de 2018

O mundo no Brasil

Em Maragogi/AL, o caribe brasileiro
O BLOG VIAGENS PELO BRASIL já conheceu alguns municípios que fazem referência, lembrando muito e até mantendo a cultura de outros países. Uma das vantagens de quem , como nós, viaja por este país, é a possibilidade de conhecer culturas e paisagens diferentes de um país tão plural, que carrega em cada região, estado ou município peculiaridades e a influência de imigrantes e colonizadores.
Bento Gonçalves
Gramadoh
Fiz um compilado dos lugares que visitamos e mantém essas características. A maioria faz menção à Europa. Vamos conhecer o mundo sem sair do Brasil?!

Bento Gonçalves – Caminhos de Pedra – Rio Grande do Sul e a Toscana/Itália

A Toscana, que fica no norte da Itália, tem uma região muito parecida aqui no Brasil, que é o Caminho de Pedras. A semelhança é visível, principalmente, nas construções com paredes de pedras ou madeira  aparentes. O roteiro fica em Bento Gonçalves, Rio Grande do Sul.

Este roteiro traz casas centenárias, típicas dos colonos. São sete quilômetros de extensão e 15 casas especializadas, além das particulares, que podem ser visitadas. Elas realmente congregam a herança cultural dos imigrantes italianos. Em cada casa, é possível conhecer o trabalho artesanal, a cultura, gastronomia, arquitetura e a história dos colonos.
A paisagem, com seus inúmeros vinhedos, é responsável por trazer a lembrança da Itália a Bento Gonçalves com parreirais. A vista também pode ser conferida em uma viagem ao tempo a bordo da maria-fumaça  Apresentações artísticas, belas paisagens e degustações de vinho marcam todo o passeio. A história dos italianos, principalmente, da imigração está presente no Parque Temático Epopéia Italiana, que revive a saga dos imigrantes italianos para chegarem e se estabelecerem no Brasil.

Blumenau – Santa Catarina  e Nova Petrópolis – Rio Grande do Sul e a Alemanha

E a Alemanha? O BLOG VIAGENS PELO BRASIL já conheceu duas cidades que remetem a este país: Blumenau, em Santa Catarina e Nova Petrópolis, no Rio Grande do Sul. O estilo arquitetônico enxaimel está presente nos dois municípios. Ele é muito característico da Alemanha, que mantinha o telhado em forma de triângulo para que a neve escorresse. A técnica monta uma estrutura de madeira, onde as peças são encaixadas umas nas outras sendo presas com pinos de madeira (não utilizavam pregos na montagem da estrutura) e depois fechavam as paredes com tijolos, pedras ou ainda somente galhos e argila. 

Blumenau é uma das mais conhecidas por manter a cultura alemã. A arquitetura segue os traços germânicos, inclusive, no prédio da prefeitura.

Em Nova Petrópolis, há dois parques que mostram a história da imigração alemã para a região e a influência das tradições germânicas na cidade. São eles: o Parque Aldeia dos Imigrantes, onde tem toda a história da imigração alemã e o Parque Esculturas Pedras do Silêncio. Participamos, inclusive, de uma noite alemã com comida, música e bebida típicas. A guia nos contou que as escolas de lá são bilíngues. Os alunos são alfabetizados em português e alemão.Participamos, inclusive, de um jantar alemão com as comidas e bebidas típicas.

  


Campos do Jordão – São Paulo e Monte Verde – Minas Gerais e a Suíça

Na região sudeste, tanto em Minas Gerais quanto em São Paulo, temos localidades reconhecidamente parecidas com a Suíça. Campos do Jordão e Monte Verde, distrito mineiro do município de Camanducaia são reconhecidamente parecidos com o país europeu.


Campos do Jordão
Monte Verde
A paisagem e a arquitetura colonial e de estilo normando, além do clima são as características que aproximam essas localidades à Suíça.


Monte Verde
 Canela/Gramado – Rio Grande do Sul e a Europa
Ao chegar em Canela ou Gramado, cidades vizinhas no RioGrande do Sul, impossível não associar à Europa, principalmente, Itália e Alemanha. As fábricas de chocolate também lembram os doces suíços. Arquitetura, gastronomia e tradições remetem ao velho continente.
Canela


O parque Lago Negro em Gramado, por exemplo, foi reflorestado com plantas importadas da região da Floresta Negra, na Alemanha, depois de sofrer um incêndio em 1942.


Gramado
Maragogi – Alagoas e o Caribe
As praias paradisíacas de Maragogi, em Alagoas, traz muita semelhança com o Caribe.
Morretes – Paraná e a Europa
Mais uma vez, a arquitetura de Morretes, no litoral do Paraná, remete aos prédios da Europa.

Penedo – Alagoas e a Holanda e Portugal
Rodeada pelo rio São Francisco, dizem que a cidade histórica de Penedo faz muita referência aos colonizadores da cidade: os holandeses e os portugueses.



Conheça também e curta nossa página no facebook:

www.facebook.com.br/blogviagenspelobrasil



*Texto e crédito das fotos: Karina Motta